Endoscopia de coluna

O que é a endoscopia de coluna?

Em algum momento você já deve ter ouvido falar da endoscopia de coluna, um procedimento que por tradução significa olhar para dentro do paciente, captando imagens de seu interior através de uma microcâmera de alta resolução que facilitam o diagnóstico e o tratamento de inúmeros quadros clínicos que acometem a região da coluna vertebral.

endoscopia na colunaContudo, esta técnica é relativamente recente no campo da medicina e por este motivo, poucas pessoas conhecem a possibilidade de realização da endoscopia de coluna.

Apesar de também ser aplicada em outras áreas do corpo, a endoscopia é amplamente utilizada no que diz respeito ao tratamento de hérnias de disco e estenose na coluna vertebral.

A endoscopia, além de ser uma intervenção cirúrgica minimamente invasiva, também pode ser utilizada como uma ferramenta de avaliação e diagnóstico, pois através das imagens por vídeo, pode-se analisar as estruturas anatômicas internas e diagnosticá-las com maior precisão.

O uso de uma câmera de alta resolução em conjunto com o monitor e pinças especiais, permitem que o especialista em coluna obtenha resultados positivos e significativos para a qualidade de vida do paciente, uma vez que a pequena incisão (menos de 1 cm) faz com que a recuperação seja mais rápida e segura.

Endoscopia de coluna: como funciona?

O uso da técnica da endoscopia de coluna se dá através do uso de uma pequena câmera e pequenos instrumentos cirúrgicos (para inserirmos a cânula no local correto antes de entrar com o endoscópio, fazemos uso da radioscopia, como indicado nas figuras abaixo). Em grande parte dos casos, é realizada uma incisão mínima (cerca de 8 milímetros) na coluna do paciente, com o mesmo sob anestesia geral ou sedação.

radioscopia na coluna
Radioscopia na coluna
radioscopia na coluna
Radioscopia na coluna

A magnificação obtida pela ótica da microcâmera permite a visualização das estruturas anatômicas com alta precisão e com muito menos sangramento do que a cirurgia convencional, pois há a infusão contínua de soro fisiológico pela cânula.

De modo geral, a cirurgia na coluna com uso da endoscopia está sendo atualmente indicada para as mais variadas patologias que acometem a coluna vertebral em qualquer segmento (hérnias de disco, estenoses do canal, cistos, etc).

+ Estenose do canal vertebral

Endoscopia de coluna no tratamento da hérnia de disco

endoscopia na colunaA hérnia de disco é um problema relativamente frequente entre as pessoas no mundo moderno, independente de sexo ou idade. Esta condição é caracterizada pelo deslocamento do disco de sua posição habitual, comprimindo estruturas neurológicas e causando dor.

Tal problema ocorre devido a diversos fatores, como a má postura, sedentarismo, fatores genéticos, exercícios mal conduzidos, etc.

Além disso, movimentos excessivos proporcionados por uma condição de trabalho braçal, por exemplo, também são um fator causador da hérnia discal.

Contudo, uma das principais causas que contribuem para o surgimento desta condição está relacionada com o processo de senilidade, onde os discos vão perdendo a sua funcionalidade por conta da ação do tempo.

+ Hérnia de disco

Através da endoscopia de coluna, pode-se realizar a discectomia (retirada da hérnia de disco) de forma muito menos invasiva do que a cirurgia aberta convencional. Além da remoção da hérnia, a endoscopia de coluna permite excelente descompressão das raízes nervosas.

Vale destacar que a intervenção através deste procedimento só deve ser indicada caso haja falha no tratamento conservador e com uma análise prévia de um médico especialista de coluna.

Vídeos sobre endoscopia de coluna

Separamos dois vídeos para ilustrar melhor como funciona a endoscopia de coluna:

Como funciona o período pós-cirúrgico?

A primeira grande vantagem da endoscopia de coluna é a alta precoce. Normalmente os pacientes são liberados para casa no mesmo dia do procedimento. Após a cirurgia de endoscopia de coluna, é indicado que o paciente realize terapias manuais e exercícios de fortalecimento através da fisioterapia. Esta técnica auxilia o indivíduo a recuperar sua musculatura, ter uma melhor consciência corporal e trabalhar sua postura, a fim de evitar novos problemas na coluna e novas hérnias de disco.

+ Fisioterapia

Ter o acompanhamento periódico junto do médico especialista em coluna, também é uma das medidas de manter um bom acompanhamento pós-operatório. O profissional pode solicitar exames de imagem para complemento da avaliação. No entanto, o paciente já pode retomar suas atividades normais, desde que sejam moderadas, em um período que varia de 5 a 10 dias.

Perguntas frequentes

Existem muitas dúvidas acerca da endoscopia de coluna que diversos pacientes têm. Dentre as principais perguntas, as mais frequentes são:

Vou ficar internado?

Sim. Em geral o regime de internação é hospital-dia, isto é, algumas horas no hospital. Geralmente a alta hospitalar é no mesmo dia.

Qual o tamanho da incisão para a endoscopia de coluna?

Por ser uma cirurgia minimamente invasiva, a endoscopia não exige que grandes aberturas sejam feitas na região das costas do paciente. O corte é muito pequeno, tendo em média cerca de 8mm.

A hérnia de disco pode voltar após a endoscopia de coluna?

Em alguns casos de hérnia de disco, realizando ou não a cirurgia, a hérnia de disco pode voltar. A taxa de recidiva é de cerca de 10%, mas felizmente nem todos os casos demandam uma nova cirurgia. A recidiva depende muito de fatores genéticos, atividade habitual do paciente, peso, pós-operatório, etc.

Como funciona a anestesia durante o procedimento de endoscopia de coluna?

A anestesia para a realização do procedimento cirúrgico por meio da endoscopia de coluna varia de acordo com a localização do ponto de entrada do endoscópio.

Por exemplo, na endoscopia transforaminal a anestesia normalmente é local com uma sedação leve do paciente.

Já para a realização da endoscopia interlaminar a anestesia é geral. Então para determinar o tipo de anestesia utilizada, se faz necessário considerar unicamente o seu caso em específico e dessa maneira a avaliação do seu médico especialista em coluna responsável pelo procedimento.

Vale destacar que a intervenção cirúrgica através da endoscopia deve ser prescrita somente por um médico especializado, que irá solicitar exames prévios para avaliar o quadro e determinar a possibilidade de uma cirurgia.

endoscopia na coluna

Se quiser conhecer também outras técnicas cirúrgicas além da endoscopia, confira nosso artigo a seguir:

+ Cirurgia da coluna: novas técnicas

Sem comentários

Deixe seu comentário