Cisto Facetário

Cisto Facetário

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O cisto facetário é um tipo de cisto benigno que contém líquido sinovial em seu interior. Por isso, o cisto facetário também pode ser chamado de cisto sinovial. Esse líquido está presente em diversas outras articulações do nosso organismo.

O cisto sinovial pode ocorrer adjacente a qualquer articulação do corpo, porém na coluna vertebral ele é relativamente frequente, principalmente na coluna lombar. O segmento mais comum é o nível L4-L5, local de grande mobilidade na coluna lombar. A hipótese mais aceita para o seu aparecimento é uma combinação de desgaste degenerativo da faceta articular (artrose na coluna) com instabilidade local. É muito comum a presença de cisto facetário em pacientes com espondilolistese (escorregamento de uma vértebra sobre a outra – instabilidade).

A prevalência do cisto facetário na coluna é de 2 a 7% na população em geral. A maioria dos pacientes com cisto facetário lombar está na sexta década de vida, entretanto ele já pode estar presente em adolescentes e indivíduos mais jovens.

A maioria dos cistos facetários não causam sintomas e são achados acidentalmente em algum exame de imagem da coluna vertebral. O crescimento do cisto, ou até mesmo a proximidade com estruturas neurológicas pode levar a sintomas de dor e limitação. O quadro clínico irá depender muito do seu volume e localização.

Nos pacientes sintomáticos é comum a queixa de dor radicular irradiada para alguma parte do membro inferior, alterações de sensibilidade e até força muscular.

Cisto Facetário

Os sintomas geralmente estão relacionados com a posição do paciente, podendo piorar ao ficar em pé e andar.

Normalmente a radiografia simples não evidencia o cisto facetário, a não ser que o mesmo esteja calcificado. O exame ideal para diagnóstico e acompanhamento é a ressonância magnética, pois além de demonstrar o tamanho e a localização, pode identificar a causa subjacente para o seu aparecimento (espondilose, hipertrofia facetaria, instabilidade, etc).

A tomografia computadorizada pode estar indicada em alguns casos suspeitos de calcificação ou até mesmo no planejamento terapêutico.

A escolha do melhor exame para cada caso irá depender da indicação do seu médico.

O tratamento irá depender da presença ou não de sintomas. Nos casos em que o cisto é um achado acidental no exame de imagem e não causa qualquer sintoma, nenhum tratamento é necessário.

Se o indivíduo apresenta dor ou qualquer sintoma neurológico, é muito importante passar em avaliação médica para determinar as melhores opções terapêuticas. Há uma série de opções para abordagem cirúrgica, desde punções guiadas, ressecções minimamente invasivas a ressecções abertas.

O tratamento deve ser individualizado para cada paciente e direcionado por um Especialista em Coluna.

Especialista em Coluna

RESPONSÁVEL TÉCNICO:
DR. LUCIANO PELLEGRINO - CRM 115408

Consulta com Especialista em Coluna em São Paulo

Clínica ColunaSP

Consulta Clinica ColunaSP Coluna
AV. Pompéia, 634 CJ. 215  Pompéia - SP
(11) 3459-2128 | (11) 999960-1592

Hospital Sírio Libanês

Consulta Sírio Libanês Coluna
Rua Dona Adma Jafet, 115 - Bela Vista - SP
(11) 3394-5007 | (11) 999960-1592

Para agendamento de consultas fale com nosso atendente online.

Atendimento Online
Close and go back to page