O que faz a coluna desgastar?

o que faz a coluna desgastar

O que faz a coluna desgastar?

A ação do tempo e o desgaste da coluna

As dores na coluna consistem em um quadro, infelizmente, muito comum que, por diversos motivos, pode acometer uma grande parcela da população em algum estágio da vida. Elas são mais comuns após os 35-40 anos de idade.

o que faz a coluna desgastarAssim sendo, muitas pessoas se questionam o que faz a coluna desgastar e se isso pode ou não favorecer o quadro de dor.

Da mesma forma, muitas pessoas se questionam se esse desgaste pode ser evitado, uma vez que este processo é progressivo, sendo evidenciado apenas quando há uma condição mais evoluída.

Existem diversos fatores que favorecem o desgaste da coluna, como hábitos diários do paciente relacionados à má postura, alimentação e a má execução da prática esportiva.

Contudo, a coluna passa por um processo de desgaste natural que ocorre ao longo do tempo e se acentua durante a terceira idade.

Tal problema acaba sendo um fator preocupante, afinal existem inúmeras doenças que podem se desenvolver a partir do desgaste e trazer dor e incômodo podendo até mesmo atrapalhar a realização de atividades simples do dia a dia.

Alguns exemplos de doenças causadas por esse desgaste são:  o bico de papagaio (osteófito), a hérnia de disco e a artrose (espondilose). Todas essas patologias podem estar presentes em maior ou menor grau também em indivíduos assintomáticos.

+ Hérnia de disco

Atitudes que favorecem o desgaste da coluna

Um dos principais motivos que faz com que a coluna desgaste está relacionado com as alterações degenerativas ocasionadas pelo transcurso do tempo sendo nesse caso uma ocorrência totalmente normal, infelizmente.

Nesse caso, o desgaste é o resultado do envelhecimento, no qual atinge os discos intervertebrais, que ficam entre as vértebras, além das articulações e toda a musculatura da região da coluna.

+ Artrose na coluna

Há também outros fatores que podem favorecer o envelhecimento precoce e está relacionado com os maus hábitos posturais. Dentre as principais atitudes que favorecem o desgaste da coluna, estão:

Má postura

má posturaMuitas vezes não nos damos conta da má postura que adotamos em nossas atividades diárias e ela pode acabar favorecendo o desgaste da coluna.

Devemos nos atentar quanto ao alinhamento do corpo e igualmente a distribuição do peso quando estamos em pé para evitar forçar ou sobrecarregar demasiadamente vértebras, ou articulações de maneira desproporcional.

Já o tempo que passamos sentados também deve receber a nossa atenção quanto à boa postura. A região da coluna lombar deve estar totalmente apoiada e os pés igualmente devem estar em contato com o chão ou apoiados em suporte para não tensionar a lombar. Tudo isso ajuda a proteger a sua coluna e a evitar o seu desgaste.

+ Qual a postura correta?

Falta de exercícios físicos

Este item diz respeito à ausência de atividades que fortalecem a musculatura da coluna vertebral e abdominal.

A falta de exercícios físicos, especialmente direcionados para o seu fortalecimento, pode resultar em uma musculatura fraca que favorece o desgaste prematuro.

Atividades aeróbicas são igualmente importantes na saúde cardiovascular e na manutenção de um peso adequado. Vale destacar que tais exercícios devem ser praticados sob a supervisão de um profissional, para orientar o paciente a executar movimentos corretos, sem favorecer o desenvolvimento de lesões ortopédicas.

Levantamento de peso de maneira inadequada

pegando muito pesoEsse acaba sendo um erro clássico que muitas pessoas acabam cometendo e não têm ideia de que isso pode favorecer muito o desgaste da coluna a longo prazo.

Quando o paciente vai pegar um peso no chão, como uma caixa, por exemplo, o movimento mais comum acaba sendo abaixar as costas em direção ao chão, mas isso acaba forçando demais as suas costas.

Nesse movimento, você faz com que a coluna esteja levantando o peso. O ideal consiste em fazer o levantamento do peso através do ato de dobrar as pernas e usar da força das coxas para sustentar o peso que você está levantando.

Essa simples mudança na maneira de levantar peso de modo geral já ajuda e muito a preservar a sua coluna do desgaste e, sobretudo, do desgaste precoce ao longo dos anos.

Sedentarismo

Em suma, a essa altura você já deve ter percebido que tudo o que a nossa coluna não precisa é de falta de movimento. De fato, a falta de movimento acaba favorecendo o desgaste da coluna.

Isso acontece porque os discos que estão localizados entre as vértebras precisam de movimentação para se manterem hidratados e com isso evitar a perda de sua altura e elasticidade, indicadores de desgaste na coluna.

+ Desidratação discal

No caso da falta de hidratação nesses discos, o indivíduo pode vir a sofrer com hérnias futuramente. Por isso para pessoas que trabalham o dia todo em frente ao computador, além de ser necessário manter a postura acaba sendo importante movimentar-se de hora em hora.

Você não precisa aderir a ginástica laboral, mas levantar e dar uma pequena volta no seu setor já ajuda bastante.

A importância do acompanhamento de um especialista em coluna

Ter o acompanhamento de um especialista em coluna favorece o diagnóstico e o tratamento prematuro para desgaste da coluna. Este profissional possui um conhecimento aprofundado acerca de patologias que se desenvolvem na coluna.

+ Especialista em coluna

Com base no histórico do paciente, este profissional irá orientar também medidas que auxiliam na manutenção da saúde da coluna, desde exercícios físicos, até terapias manuais que favorecem a harmonia da estrutura vertebral.

Se você sofre com incômodos na coluna, não deixe de procurar o acompanhamento de um médico de coluna para que as medidas corretas sejam tomadas.

Luciano Pellegrino - Doctoralia.com.br

Leia Mais

Sem comentários

Deixe seu comentário